Nesse post vamos falar sobre as diferenças do contador e contabilista e esclarecer algumas dúvidas

Antigamente, o contabilista era popularmente conhecido como “guarda-livros”, pois acenava-se que era uma espécie de auxiliar do contador, este graduado em ciências contábeis.

De acordo como Decreto Lei9.295/46, o Conselho Federal de Contabilidade foi descrito apresentando as diferenças entre o técnico e o profissional do meio contábil, mas não exibe com clareza o termo contabilista.

Na prática, atualmente, o contabilista é o técnico em serviços contábeis, entretanto na teoria os termos geram certas diferenças entre si, colidindo com os contadores e os, mais recentes, Profissionais de Contabilidade.

Vide tudo isso, é essencial que você, ao buscar um contabilista em Lençóis Paulista saiba as diferenças entre o profissional técnico e o contador.

A confusão de tudo isso dá, pois existem profissionais bacharelados em ciências contábeis e que, na teoria, são contadores, mas atuam como contabilistas, sendo um “servente de pedreiro” ao contador, com o perdão da comparação pouco proporcional.

Para tentar uniformizar a situação, o Conselho Federal criou o termo “Profissional de Contabilidade” que contempla a função de ambos os profissionais (técnicos e superiores), mas, ainda sim, a única coisa que essa definição feita em 2012, conseguiu, foi gerar mais dúvidas quanto a termologias.O que o contabilista exerce?

De um modo geral o contabilista em Lençóis Paulista exerce condições parecidas com a do contador, salvo algumas limitações. Amplamente falando, o contabilista é o técnico em contabilidade da empresa, sendo assim, precisaria exercer uma espécie de ajuda, um auxílio ao contador.

Entretanto, alguns contadores formados ainda exercem a função de contabilista, muito devido ao ingresso no mercado. Contudo, mesmo assim, é algo mais voltado ao profissional técnico e não superior.

Para tentar solucionar o caso o Conselho Federal de Contabilidade criou o termo “Profissional de Contabilidade” para tentar agregar as duas profissões.

Os fatores que mais divergem o contador do contabilista são as: auditorias, perícias, consultoria e análises de avanço.

 Então, qual é a função do contador?

Ele é formado em ciências contábeis, diferentemente do contabilista. Essa formação dá o direito ao contador transitar em algumas áreas que o contabilista não consegue, como: ser auditor, perito, atuar no marcado de seguros, controladoria e gerir empresas contábeis.

A função primordial do contador é tomar conta do setor econômico e financeiro da empresa, ou seja, o seu patrimônio. Ele pode, também, assessorar o presidente da empresa em decisões como negociações, abertura de firmas etc. Sendo assim, ele precisa contextualizar as ideias sugeridas pelo CEO dentro das questões tributárias, já que a ideia é que o empresário pague o mínimo possível de impostos, além disso, ele projeta dividendos, balanços mensais e faturamento.

Há a necessidade de que o contador tenha entendimento de todos os serviços contábeis da empresa em que ele acompanha. Segundo a legislação nacional, os livros de contabilidade são obrigatórios, sendo assim , é de função do contador o escriturar tal livro e deixar em ordem tudo que cerca a contabilidade. Essas funções adicionais do contador em relação ao contabilista ajuda a explicar a diferença dos termos e direcionar a função do contabilista em Lençóis Paulista como um “guarda-livros”, como foi conhecido popularmente por algum tempo, já que faz alusão do profissional auxiliar, que faz tarefas secundárias.

Soma-se tudo isso, então, e ainda inclua a responsabilidade de perícias judiciais e extrajudiciais, levantar e revisar balanços e todas as demais demonstrações financeiras da empresa, revisar escritas, validar haveres e assistir os Conselhos Fiscais, isso quando trata-se de sociedade anônima. O contador realmente precisa estar bem atento a tudo o que cerca sua empresa.

Fale Conosco

Ligue para nós